quarta-feira, 24 de junho de 2020

Máscara e máscaras...



-Aplicação sistemática de protocolos baseados em manejo das diferentes fases da doença? Não;
-Políticas de isenções fiscais a empresários e empreendedores que instalassem medidas de descontaminação de ar em seus estabelecimentos (UVC germicida/ troca mecânica de ar)? Não;
-Construção de leitos novos de UTIs? Não;
-Reconhecimento que a transmissão se dá em clusters com busca por eventos super spreaders como principal estratégia de contenção? Não;
-Testagem molecular maciça (operacionalizável e barateável por testagem em pool) da população? Não;
-Testagem molecular de contatantes? Não;
-Estabelecimento de medidas de menor disrupção social e baseadas em evidências (como “pay leave sick”)? Não;
-Fornecimento de máscaras, álcool gel e disseminação de check points de testagem de temperatura pela cidade? Não;
-Manejo da ansiedade, do desconhecimento e/ ou da sanha de boicote político, evitando fechamentos desastrados em estação de verão, onde ocorre mitigação natural, para evitar empurrar a população suscetível para o inverno? Não.

Mas culpa é de quem caminha sem máscara.

Repita comigo: a culpa é de quem não usa máscara.
A culpa é de quem não usa máscara.
A culpa é do psicopata que não usa máscara.
A culpa é do maldito que não usa máscara.
Prisão aos que não usam máscara.
Morte aos que não usam máscara.

[NOVO NORMAL É A CABEÇA DO MEU P...... (adolescentão escroto mesmo pra externar a indignação)

Tira sua máscara de benemérito e veja as coisas além de uma dicotomia política burra e confusa... por favor.]



sábado, 20 de junho de 2020

Parabéns! Você descobriu os culpados!!!

Claro que a culpa não é da zona e falta de entendimento entre governo federal, estadual e municipal.

Não é da PEC da Morte que travou gastos em saúde e educação por 20 anos e retirou BILHÕES da saúde.

Não é da incapacidade do Poder Público de gerar um sistema de saúde digno (com mais hospitais, leitos, equipamentos e bons salários) num país com PIB de trilhões.

Não é da ineficácia das autoridades que não conseguem criar protocolos de segurança (com fiscalização) que mostrem resultados e animem/estimulem a população.

A culpa não é de um país que jamais conseguiu (e nem quis) resolver problemas como saneamento básico, condições mínimas de educação e autonomia financeira para a compra de produtos de higiene.

A culpa não é de quem não abre mão de certos ganhos e luxinhos (empresários inescrupulosos e consumidores pseudo-sacrossantos) expondo milhões de trabalhadores ao convívio diário com o vírus e com as aglomerações numa simbiose perfeita entre o enriquecimento, consumismo e morte dos vulneráveis. 

A culpa é do tiozinho (meio que no fim da vida após anos de trabalho honesto) que está na pracinha do bairro sem máscara pra ver gente já que mora sozinho... pôxa, como que ele não ficou satisfeito vendo TV, Lives sertanejas ou conversando de longe com algum vizinho?
Ou da senhora que foi comprar um item (um sapato por exemplo... você já ficou sem sapato?) no centro.
Da cara que foi resolver um problema no chip do celular após inúmeras tentativas pelo site e por aplicativo pra lá de ineficiente.

Com certeza! 
Eles são os verdadeiros culpados.

Parabéns gênio!

sábado, 11 de abril de 2020

Até onde vai o poder do Estado? Já não deixam pequeninos cultos na sua casa.

Até onde vai o poder do Estado?
Mandam dentro da sua casa?

Ouvi dizer que proibiram um culto com 5 pessoas DENTRO DE UMA RESIDÊNCIA. 5 pessoas!

Há um decreto de Santa Catarina que proibiu isso... 515/2020.

Nossos celulares (disseram que de maneira anônima, só pra ver grupos... não acredito...) estão monitorados aqui no estado de São Paulo e em outros lugares...

Desculpa.
Uma coisa é ser a favor de salvar vidas... eu sou. Travar grandes aglomerações, fazer grandes campanhas, ceder álcool em gel e produtos de limpeza, melhorar o saneamento, a alimentação, buscar equipamentos de saúde, acabar com a emenda que trava o orçamento da educação e da saúde... mil coisas.

Mas quando travaram cidades, praias e afins, já achei o fim do mundo... não vou citar de maneira rasa o direito de ir e vir... muitos podem ficar contra e justificar as atitudes do Estado (incrível a aceitação de TUDO... uma coisa é não compactuar com irresponsabilidades, outra é - pra contrariar figura a ou b - concordar com abusos)... mas no mínimo tinham que analisar caso a caso.
Tive gente da minha família que ficou preso em outro estado porque não podia passar por outro pra chegar em casa.
Uma barbaridade.
Ainda não estamos em Estado de Sítio.

Podem justificar a atitude do governador de SC; mas com mercados (MUITOS SEM NENHUM TIPO DE PROTEÇÃO E/OU FISCALIZAÇÃO) funcionando? Com ônibus lotados? Postos de gasolina e tudo mais que está funcionando!?

Mas agora travam reuniões com 5 pessoas em uma residência? Um pequeno culto?
Aí é o fim do mundo.

Logo se você receber duas pessoas na sua você será multado e preso.
Se sair dar uma volta no quarteirão será multado.
Não duvidem.

Mas gastar em hipermercados, em remédios e com bancos, aí está liberado.
No futuro se você apresentar as notinhas de compra, aí tudo bem.

Não apoiem nenhum tipo de autoritarismo ou Estado Policial.

Por acaso alguém lembra de quando o Estado devolveu algum direito que tiraram "momentaneamente"?

Então...

O famigerado decreto




A prova do "crime"

terça-feira, 7 de agosto de 2018

"Mother, do you think they'll drop the bomb?". Sempre


Há 73 anos a bomba "Little Boy" caiu em Hiroshima. 242.437 pessoas morreram. (3 dias depois "Fat Man" cairia em Nagasaki: 135.000 mortos...)
Era uma segunda como hoje.
Estados Unidos da América, Reino Unido e Canadá fizeram as bombas (Projeto Manhattan... em valores de hoje algo perto de US$26 BILHÕES)... ideologias e visão da história à parte é fato de que guerra dá dinheiro... sempre há uma guerra, um conflito, uma intervenção... alguns ganham uma boa vida, outros desaparecem em um segundo. Ou sofrem com a pele queimada, com a doença radioativa ou com a bala na cabeça na calada da madrugada...
Vejamos a situação econômica dos dois país norte-americanos nos tempos da 2ª Guerra.
[Durante a guerra, o desemprego nos Estados Unidos caiu para menos de 2%, os programas de ajuda econômica acabaram e o potencial industrial do país cresceu exponencialmente, com milhões de pessoas trabalhando nas fábricas ou indo servir nas forças armadas.]
[Ao longo da Segunda Guerra Mundial, o Canadá duplicou seu produto interno bruto, e praticamente todos os efeitos negativo da Grande Depressão haviam acabado. A taxa de desemprego era quase zero e a economia do Canadá cresceu a um ritmo de 6% ao ano (19% média anual nos anos da Segunda Guerra Mundial).]
As guerras são necessárias pra enfrentar déspotas e tiranias mas não ver a influência do poder econômico nisso é inocência, alienação ou má-fé.
Não há ideologia.
Wernher von Braun e outros 1.600 cientistas nazistas foram levados aos EUA e ganharam cidadania e tudo mais. Tudo sem o conhecimento da população e do Departamento de Estado.(Operação Paperclip)
O lado russo recrutou outros 2.000.
Churchill combateu o nazismo mas era a favor da higiene racial.
["A idéia de que os indígenas do leste da África sejam colocados em igualdade com os europeus é revoltante".
(Churchill como secretário do Interior em 1921)
"A rápida melhoria das comunicações levará ao aumento do número de pessoas de cor neste país e a presença delas mais cedo ou mais tarde vai ofender uma grande parte do povo britânico".
(Churchill como primeiro-ministro em 1954... 9 anos após o final da 2ª Guerra)]
(Por aqui temos uma intervenção federal na segurança no 2º estado mais importante que foi orçada em R$3 BILHÕES... algo mudou? Diminuiu a violência no RJ?)
Fica a tristeza pela morte das 300.000 pessoas em Hiroshima e Nagasaki, pelos 70.000.000 de mortos na Segunda Guerra, pelos 60.000 mortos por ano no Brasil... por cada morte.
Toda morte violenta é uma barbaridade... algo anti-natural.
Mas é algo que dá lucro.
Seja bomba atômica, munição pra 38, metralhadora, tanque, uniforme, alimento para as tropas, tudo.
Já disse o Renato Russo na 'Canção do Senhor da Guerra':
"Pra que exportar comida se as armas dão mais lucros na exportação?"
Estima-se que existam 17.000 armas nucleares na Terra... em cálculos grosseiros cerca de 200kg de TNT pra cada habitante do planeta... é louco e triste pensar que é só um facínora apertar o botão (ou o gatilho) e a gente já era.
Então aproveitemos a vida.
Paz.

NUNCA MAIS!

quinta-feira, 7 de junho de 2018

JUNHO: The Crown e Lago Azul Golfe Clube

Salve gente! Seguimos na luta!

08/6 - sexta (21h) voz e violão - The Crown
Sorocaba (SP)

09/6 - EVENTO FECHADO - Lago Azul Golfe Clube
Araçoiaba da Serra (SP)

ANOTE NA AGENDA!
14/7 - sábado (20h) - Old Kick Kustom Bar
Sorocaba (SP)

Segue vídeo de uma grande festa de casamento e cerimônia que realizamos na Chácara Santa Victória.
Contrate ou indique! Peça já o seu orçamento.

11 982483056 (WhatsApp e cel)
15 974045856 (WhatsApp e cel)
15 991162259 (cel)

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

RESIGNAÇÃO SOBRE O PRÉ-SAL E A PEC 241

Pensei num texto contestador e indignado sobre a entrega do pré-sal por 292x101 votos. Mas pra que?
Não é isso que foi prometido em 2009 e se desenha com vigor desde 26 de outubro de 2014?
Não é pra isso que rolou tudo o que rolou?
Não foi pra isso que travaram a economia e o ajuste fiscal?
Não foi exatamente pra isso que venderam a ideia de que a Petrobras estava falida? (E muitos acreditaram piamente! Por inocência ou má-fé. Mesmo com lucro de R$370mi no 2º trimestre de 2016 apesar da queda mundial no preço do petróleo...)
Não foi pra isso que tivemos as votações vergonhosas na Câmara e no Senado? (Onde muitos declararam abertamente, sem medo nenhum, que não havia crime mas votaram assim mesmo)
Não foi pra isso que o STF teve o seu aumentão aprovado com urgência pra ganharem quase R$40.000,00 por mês?
Não foi pra isso que uma manifestação com umas 50 pessoas interrompeu, televisionada e sem ser incomodada pela polícia, a Avenida Paulista? E outras com mais de 100.000 pessoas foram sumariamente ignoradas, demonizadas e reprimidas!?
Foi pra isso sim.
Sei lá quantos trilhões vale aquilo. Sei que 75% dos royalties iriam pra educação e 25% pra saúde. Já era.
As eleições municipais foram o aval que eles precisavam.
Caíram mesmo no conto do gestor. Tanto que darão na boa uma riqueza pra outros gerirem. Peças que eram compradas aqui, serão compradas lá fora. Tchau pra mais empregos.
Pode parecer um texto indignado. Mas não. É pura resignação. Aceito.
A maioria quis isso. Ou nem liga. Tudo bem.
Assumo minha insignificância.
Mesmo que eu afetasse inteiramente (não afeto) o meu micro-cosmos de 3.000 e poucos amigos e conhecidos, de nada adiantaria nesse jogo de xadrez.
Deixa pra lá.
Parabéns pro hoje chanceler José Serra que prometeu, quando foi candidato a presidente em 2009, tirar a exclusividade da Petrobras e cumpriu. Tá lá no Wikileaks. Ele foi paciente e conseguiu. Eles conseguiram.

Obstinado.
E o mais louco: o diabo são os outros.
Tenho que reconhecer, foi genial.
A CF foi mais uma vez estuprada.
Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: II - garantir o desenvolvimento nacional;
Mas faz tempo que ninguém dá a mínima pro Art. 6º (aquele que fala da alimentação, moradia, saúde...). Na verdade até trabalham contra ele.
E quem liga!?
Eu não. Não mais.
Esquecerei esses números:
367x137 61x20 292x101
Só pensarei nos números da minha conta bancária. Não pensar na crise e trabalhar. É isso né? Cada um por si. Meritocracia.
Perdão pelo incômodo.
(A Proposta de Emenda Constitucional 241, também chamada de PEC do Teto de Gastos, que tem como objetivo limitar as despesas com saúde, educação, assistência social e Previdência pelos próximos 20 anos? Deixa pra lá também...)

Só pra registrar quem jogou o Brasil (de novo) no atraso.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

NÃO COMPRE LG!

NÃO COMPRE Smart TV da LG do Brasil. NÃO COMPRE.

A minha deu problema na tela com apenas 20 meses de uso (só 8 meses após o final da garantia). Detalhe: o aparelho custou R$1246,11.
O conserto fica em R$1.380,00! Com 3 meses de garantia.

Há obviamente uma intenção de forçar uma nova venda. O novo produto custa menos e tem garantia de um ano.
Os produtos, dessa maneira, viraram descartáveis.

Fica claro que os produtos são feitos para durar apenas 12 meses. Após esse período o consumidor conta com a própria sorte. Não tendo a oportunidade de fazer o reparo a um preço justo.

Repito: dessa maneira a LG fabrica aparelhos descartáveis. Forçando o descarte e uma nova compra.

LG nunca mais. Life's Good!? Só no slogan mesmo. Atendimento frio e sem solução. Mesmo pelo consumidor.gov.br protocolo 2016.09/00000471357

Não estão nem aí. Só respostas evasivas como se não tivessem nada a ver com isso.

NÃO COMPRE.

Se já se sentiu lesado por alguma grande empresa, compartilhe esse post. Obrigado.


LG nunca mais!